A reviravolta na história: vendas de E-Book afundam e o livro impresso está longe de estar morto

Há cinco anos atrás, o mundo do livro foi tomado pelo pânico colectivo sobre o futuro incerto do livro impresso.Tudo apontava para o fim do livro físico e com ele as bibliotecas numa tendência que ameaçava a forma com a sociedade ainda encara a Cultura, a preservação da memória e a posse  e criação de conhecimento.

biblioteca

D Manuel II dedicou grande parte da sua vida a formar uma biblioteca de autores portugueses antigos, uma paixão por livros que legaria ao País

Como os leitores migravam para novos dispositivos digitais, as vendas de e-books dispararam, até 1260 por cento entre 2008 e 2010 nos EUA, os livreiros alarmados assistiam os consumidores a usar as suas lojas para encontrar títulos de livros que mais tarde iriam comprar online. Vendas de impressão diminuiu, a maioria das livrarias lutou para permanecer aberta, e os editores e autores temia que os e-livros mais baratos iriam canibalizar o mercado livreiro.Em seguida, em 2011, os medos da indústria foram realizados quando Borders ,a principal livraria dos EUA, declarou falência.

Mas o apocalipse digital nunca chegou. Embora os analistas, tenham previsto que os e-books iriam ultrapassar a impressão até 2015, as vendas digitais em vez de crescerem, diminuiram acentuadamente.

E-books em declínio de popularidade pode ser um sinal de que a publicação, embora não imune à turbulência tecnológica, irá enfrentar a onda de tecnologia digital melhor do que outras formas de média, como música e televisão.

Serviços de assinatura de e-book, modelados em empresas como a Netflix e Pandora, têm lutado para converter os amantes de livros em leitores digitais, contudo alguns destes serviços já fecharam. As vendas de dispositivos de leitura de e dedicados despencaram enquanto os consumidores migraram para tablets e smartphones. E, de acordo com algumas pesquisas, os leitores jovens, que são nativos digitais ainda preferem ler em papel.

D. Duarte (1)

D. Duarte de Bragança a autografar um livro . Autografo ,algo que nunca poderia acontecer num livro digital

The Plot Twist: E-Book Sales Slip, and Print Is Far From Dead

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s