A peste negra da Sociedade Moderna

Desigualdade- A peste Negra da sociedade moderna

Feudal

Qualquer livro de História refere que a Peste Negra do sec XIV europeu não só foi responsável pelo alívio da densidade populacional como equilibrou a desigualdade económica numa sociedade socialmente rígida e económicamente degradante , que se viu obrigada a negociar rendimentos crescentes com uma classe que era cada vez menor.Não haviam trabalhadores.

A sociedade medieval implodiu em revoltas e guerras e a recuperação só foi possivel porque as sociedades encontraram um lugar comum de identificação com o Estado na figura do monarca


Hoje a desigualdade cresce em todo o planeta e não é um exclusivo de sociedades sub-desenvolvidas.Os Estados Unidos lideram a corrida com as maiores diferenças entre ricos e pobres mas não é um caso isolado nas sociedades desenvolvidas

Ver as estatísticas  Statistics Sweden e (Swedish)video.
SwedenGini1980to2011            Source: SCB and own calculations

O que podemos observar na Suécia e nos EUA é perturbante.

O que se passa nestes dois Estados é ofensivo – não por menos que a razão de ser assim esteja fortemente ligada com a acumulação de riqueza e rendimento estár concentrada nas mãos de uma ínfima parcela da população cuja ligação política com o Estado ou o interesse nos destinos da comunidade ,não só é esporádico como residual.

Sociedades que permitem esta dinâmica na redistribuição de rendimentos tendem a implodir mais cedo ou mais tarde.O cimento que mantém a sociedade desaparece sob a erosão do egoismo de uma parcela da comunidade em deterimento do Bem Comum.A Europa corre forte perigo poís a inexistência de um inimigo comum ( caso da URSS) ou de um Poder político que não só identifique o cidadão com o Estado (mas tenha ausência de ligações com interesse económicos e financeiros) pode comprometer a coesão social e atirar a Europa para um cenário muito próximo daquele que ocorreu no sec XIV, mas sem uma Joana d’Arc ou um D. Nuno Álvares Pereira para congregar as hastes da Coroa.

Toda a moeda tem a Coroa no verso…Sem Coroa não há Estado , sem Estado não há propriedade privada , a moeda perde o seu valor facial

fonte

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s