Os quatro perigos da República

Vem ai a Monarquia?

«As Monarquias constitucionais, através da sua estrutura, pretendem evitar os quatro perigos republicanos:

-rigidez excessiva, como no sistema americano, que é reduzida a quase paralisia sempre que o Presidente está seriamente ameaçado de impeachment;

-conflito político e competição entre o Chefe de Estado, o primeiro-ministro e Ministros, marca registrada da Quinta República francesa (um modelo inerentemente instável curiosamente seguido por um número de países);

-extrema instabilidade, que muitas vezes assombra as versões latinas de Westminster, e

-recurso regular à regra da rua para resolver  conflitos, o que permite aqueles sistemas viver sob a sombra da revolução francesa.»

-Professor David Flint, in The Role of the Sovereign

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s